• Português
  • Español
  • English
  • Alemao
  • Francês

CONTATO

Vale do Contestado

O principal atrativo da região é sua multiplicidade de paisagens, de gentes e culturas. A Rota da Amizade, formada por seis cidades – Treze Tílias, Fraiburgo, Piratuba, Videira, Tangará e Pinheiro Preto – oferece a melhor infra-estrutura hoteleira e gastronômica. Mas as demais cidades têm encantos naturais, museus e boas opções de programas ao ar livre que justificam a visita.

Esta região foi palco da Guerra do Contestado (1912-1916), uma das mais sangrentas revoltas populares registradas no Brasil. Cerca de 20 mil sertanejos lutaram contra forças policiais para evitar a desapropriação de suas terras em benefício da companhia norte-americana Brazil Railway Company. Fanáticos religiosos que seguiam um líder messiânico conhecido como Monge José Maria, os sertanejos eram bem organizados e foi preciso o uso de metade do efetivo militar do Exército Brasileiro para sufocar a revolta. As marcas desta epopéia ainda se fazem presentes nos municípios da região, especialmente em Caçador e Irani.

Logo após a BR-116, Campos Novos e Curitibanos são as primeiras cidades de um vasto território que avança em direção Oeste. Portas de entrada do Vale do Contestado, conservam muitas das características da Serra catarinense: planuras, pastoreio de gado, costumes campeiros, jeito gaudério de falar e vestir. Joaçaba e Concórdia são cidades modernas e principais centros econômicos da região. Mas o principal atrativo do Meio-Oeste catarinense é sua multiplicidade de paisagens, de gentes, de culturas...

Treze Tílias
A austríaca Treze Tílias, Dreizehnlinden em alemão, é a jóia turística da região. Parece uma cidade de conto de fadas, enfeitada e florida, aconchegada entre colinas verdes, com casas e prédios em estilo alpino. Já no portal de entrada exibe um convite em alemão: Komm Bald Wieder, que significa “volte sempre”, traduzindo a hospitalidade de seus habitantes.

A arquitetura merece atenção especial. Campanários nos telhados e ricas esculturas e adornos talhados em madeira que enfeitam portas e janelas testemunham o esmero dos artesãos. A escultura em madeira é uma herança cultural muito forte, sendo preservada e mantida através da presença de vários artistas, alguns conhecidos internacionalmente, que abrem seus ateliês para visitação.

A música e a dança são outras paixões dos habitantes da cidade. A “Banda dos Tiroleses”, que existe até hoje, formou-se em 1933, ainda no navio que trouxe os primeiros imigrantes. Os muitos grupos folclóricos recontam a história da colonização e se apresentam nas principais festas: a Winter BierFest, festa da cerveja, no inverno, e a Tirolerfest, em outubro.

Vale da Uva e do Vinho

Nas cidades de Videira, Tangará e Pinheiro Preto o cenário muda totalmente, dando lugar à casas grandes e quadradas, com telhados em quatro águas, onde sempre há uma pipa de vinho guardada no porão. É o inconfundível estilo italiano da região. Essas cidades foram fundadas por filhos de imigrantes de italianos, vindos do Rio Grande do Sul, que se instalaram ao longo do Rio do Peixe.

Fraiburgo, Piratuba
Fraiburgo foi colonizada por imigrantes alemães, provenientes da Alsácia. Atualmente, com pomares de maçã até onde a vista alcança, é responsável por 45% da produção nacional da fruta. Piratuba, situada às margens do rio Uruguai, é a principal estância de águas termominerais da região.


Cidades Turísticas:
Treze Tílias, Fraiburgo, Piratuba, Videira, Tangará, Pinheiro Preto, Porto União, Caçador, Irani, Itá, Seara e Frei Rogério


Diários de viagem

Confira as experiências de nossos leitores:

» Cidade encantada do Tirol em Santa Catarina
Por Dauro Veras (1995-10-16 17:48:00)
Casa típica de imigrantes italianos
Dança típica em Treze Tílias
Pomares de Fraiburgo